Educadora FM

RPM explica engano em notícia falsa sobre morte de Paulo Pagni

Publicado em 03/06/2019 10:12

A notícia da morte de Paulo Antônio Pagni, baterista da RPM, repercutiu na tarde de domingo (2). Horas depois do anúncio oficial, no entanto, a própria assessoria da banda desmentiu a informação. O músico está vivo, mas em estado "muitíssimo grave". A nota de que o artista havia morrido foi comunicada mais cedo pela banda por meio de sua página oficial no Facebook. Em vídeo gravado no hospital, Fernando Deluqui, um dos integrantes do grupo, explicou o engano e disse ter recebido duas confirmações da morte do amigo. "Eu estou em Salto, no interior de São Paulo, no Hospital São Camilo, onde o P.A. está internado. O que aconteceu foi que de manhã o pessoal da clínica Good Master, onde ele estava internado, me ligou dizendo que ele havia falecido. Fiquei muito triste e devastado e liguei para o Dr. Alex Muller Coutinho, com quem eu tenho feito acompanhamento do estado do P.A., e ele me confirmou. Imediatamente eu e minha mulher fomos tomar as providências e quando a gente chegou no hospital agora de tarde, a gente teve a notícia de que o P.A. estava vivo", conta o músico. Até o vocalista Paulo Ricardo se despediu através de comunicado divulgado nas redes sociais, identificando o companheiro de grupo como "incansável, onipotente e um super-herói sem superpoderes". Fonte/Reprodução: Destak