Educadora FM

Yuh-Jung Youn vence o Oscar de Atriz Coadjuvante e faz o discurso mais divertido da noite

Publicado em 26/04/2021 18:36

Aos 73 anos, ela se tornou a primeira atriz sul-coreana a levar um Oscar Há poucas horas, Yuh-Jung Youn roubou a cena com o discurso mais fofo e engraçado para agradecer seu Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, pelo longa Minari. A cerimônia de entrega do principal prêmio do cinema do ano aconteceu na noite deste domingo (25), em Los Angeles. Emocionada após o anúncio de sua vitória, no palco, a atriz mencionou Brad Pitt, que entregou o prêmio da categoria. “Sr. Brad Pitt, finalmente. Muito prazer conhecê-lo. Onde você estava enquanto nós estávamos filmando?”, perguntou a atriz. A fala deixou no ar uma possível bronca com o ator, um dos produtores de ‘Minari’, por sua suposta ausência no set do longa. No entanto, alguns também interpretaram como um possível flerte bem-humorado com o astro. host host

Depois, Youn seguiu contando que assistia ao Oscar na Coreia do Sul, “como se fosse um programa de TV normal”, e que não acreditava que estava ali pessoalmente. “Eu estar aqui, eu não consigo acreditar. Ok, deixe eu me recuperar. Obrigado aos membros da Academia que votaram em mim e esse é o discurso que as pessoas normalmente fazem. Agradeço a maravilhosa família Minari”.

Ela aproveitou ainda para dizer que não acredita em concorrência, elogiando as colegas que estavam indicadas ao prêmio junto à ela: Maria Bakalova (“Borat: Fita de Cinema Seguinte”), Glenn Close (“Era uma Vez um Sonho”), Olivia Colman (“Meu Pai”) e Amanda Seyfried (“Mank”).

host-2

“Como posso ganhar da Glenn Close? Todas nós, indicadas, somos vencedoras por filmes e papéis diferentes. “Talvez eu seja mais sortuda que vocês. Talvez, também, essa é a hospitalidade americana com uma atriz coreana”, chutou Youn, antes de se endereçar aos filhos. “Vocês dois me fizeram sair para trabalhar. Esse é o resultado, porque a mamãe trabalhou muito!”, encerrou.

Depois de ser premiada pelo BAFTA e SAG Awards, a atriz de 73 anos fez história ao se tornar a primeira atriz sul-coreana a levar um Oscar.